Promoção! Combo 3 livros Série Reforma Continental (Símbolos de fé das Igrejas Reformadas) Ver maior

Combo 4 livros Série Reforma Continental (Símbolos de fé das Igrejas Reformadas)

Produto novo

Nesta série exclusiva, a Livraria 5 Pontos apresenta 4 livros publicados em Português, incluindo o mais recente Comentário sobre o Catecismo de Heidelberg, que vão colocar você em contato direto com a Reforma Protestante, particularmente, no continente europeu. 

WhatsApp 82 9 9909 4476

Mais detalhes

Este produto não está mais em estoque

Cálculo do Frete

Aguardando CEP

R$ 109,00

R$ 148,00 por 109,00

Mais informações

Nesta série exclusiva, a Livraria 5 Pontos apresente 4 livros publicados em Português, incluindo o mais recente Comentário sobre o Catecismo de Heidelberg, que vão colocar você em contato direto com a Reforma Protestante, representada no continente europeu, e os símbolos de fé das Igrejas Reformadas espalhadas pelo mundo, também no Brasil (IRB).

O livro Comentários sobre o Catecismo de Heidelberg (Pedro K. Meijer e Theodoro J. Havingaé o resultado do trabalho educativo de dois missionários que trabalhavam no solo brasileiro nos anos oitenta e noventa no meio das Igrejas Reformadas do Brasil. Eles usavam o Catecismo de Heidelberg como meio para ensinar a doutrina das Igrejas Reformadas. 

 

O Catecismo de Heidelberg é um livro didático que foi feito em 1563 na cidade de Heidelberg (Alemanha) pelos professores Caspar Olevianus e Zacharias Ursinus. Durante quatrocentos e cinquenta anos esse Catecismo servia para ensinar a muitas gerações a doutrina das Sagradas Escrituras. Os comentários dos pastores Pedro Meijer e Theodoro Havinga demonstram claramente como as Sagradas Escrituras serviam (e continuam a servir) como base para definir a doutrina das Igrejas Reformadas. O livrinho servia para fortalecer a fé dos crentes e a primeira pergunta "Qual é o seu único conforto na vida e na morte?" é característica e demonstra o caráter pessoal desse catecismo. Muitas gerações aprenderam que Cristo Jesus é o único Consolador que nos salva e oferece acesso à vida eterna. Os comentários ajudam os professores a ensinar a doutrina das Sagradas Escrituras aos alunos da escola dominical. Mas ajuda também os pais e pastores que estão interessados na doutrina reformada e querem saber mais sobre isso. Os comentários explicam o fundamento bíblico do Catecismo, mas também o contexto histórico e até ajudam a aplicar esse ensino no contexto atual do século XXI, porque fala sobre o uso do Credo Apostólico, dos sacramentos, dos dez mandamentos e da oração "Pai Nosso". 

 

No ano de 2017, houve no mundo inteiro a comemoração do quingentésimo aniversário da Reforma, que começou no ano de 1517. O Catecismo de Heidelberg traz o "cheiro" da Reforma para bem perto de nós, porque demonstra claramente quais eram os pontos principais para pedir uma reforma na igreja. E os comentários desse Catecismo servem para comemorar a Reforma, que foi iniciada por Lutero e os outros reformadores, como Calvino, Olevianus e Ursinus. O poder desse livrinho está na simplicidade e efetividade que atingem o coração de qualquer crente. Muitas gerações reconheceram a voz do Supremo Pastor, Jesus Cristo, e se assentaram aos pés Dele, recebendo ensinamentos sólidos, que lhes deram consolo, tanto na vida como também na hora da morte. Só Cristo, que ressurgiu dos mortos, pode realizar isso, por meio do Espírito Santo e das sagradas Escrituras. Damos graça a Deus por isso. Só a Ele pertence toda a nossa gratidão! 

O HEREGE GLORIOSOS E TRÊS HOMENS CHEGARAM A HEIDELBERG

A Reforma Protestante do século XVI legou-nos inúmeros exemplos de coragem, perseverança, amor e fé, e também muitos documentos confessionais, entre os quais estão a Confissão de Fé Belga (1561) e o Catecismo de Heidelberg (1563).

​O autor da Confissão de Fé Belga foi um pregador fiel perseguido por causa de sua fé e fidelidade a Deus. Viveu a maior parte de sua vida como fugitivo. Seus perseguidores o consideravam um pregador herege e por isso o enforcaram.

Depois, a Providência de Deus reuniu três homens na cidade de Heidelberg, onde um príncipe pediu a um pregador eloquente e a um professor habilidoso que escrevessem uma confissão de fé. Foi então que surgiu o Catecismo de Heidelberg.

​As histórias por trás desses dois documentos históricos e o relato da vida dos seus autores, estão neste livro.

“Era o dia anterior a Pen­tecos­tes, 31 de maio de 1567, quando o carcereiro acordou Guido de Brès, às três da manhã, para lhe dizer que seria executado três horas mais tarde. Guido foi autorizado a dizer adeus aos outros prisioneiros, e fez isso com discreta alegria. 'Irmãos', disse-lhes, 'esta manhã fui condenado à morte por causa da doutrina do Filho de Deus. Louvores sejam dados a Ele. Eu estou feliz. Nunca ousei pensar que Deus me daria tal honra'. Peregrin de la Grange, seu companheiro de ministério, foi executado primeiro. Quando chegou a vez de Guido, ele parou ao pé da escada para orar, mas não lhe permitiram terminar. De pé na escada, com a corda ao pescoço, ele rogou que fossem fiéis à Palavra de Deus que ele lhes havia pregado. En­quanto ainda falava, o carrasco recebeu um sinal e lançou sua vítima da escada”.

​É importante dizer que, dada a quantidade de documentos comprobatórios existentes, essas histórias não podem jamais ser consideradas como estórias. De fato, elas relatam o pano de fundo e as circunstâncias sob as quais a Confis­são de Fé Belga e o Catecismo de Heidelberg foram elaborados.

AS TRÊS FORMAS DE UNIDADES

Uma maneira de apresentar os três padrões doutrinários que compõem As Três Formas de Unidade das Igrejas Reformadas é resumir o conteúdo de cada um deles com uma frase: A confissão Belga — “A simplicidade e profundidade da fé”; O Catecismo de Heidelberg — “O livro da consolação em Jesus Cristo”; Os Cânones de Dort — “A vitória da gloriosa graça de Deus”. Cada um desses padrões possui uma notória e particular beleza individual. Contudo, ainda mais notável é a beleza coletiva que eles apresentam quando estão reunidos. Por isso, o nome As Três Formas de Unidade não é uma designação artificial ou forçada. Na verdade, ele reflete a mais pura verdade, a saber, que juntos, esses três documentos confessionais formam de fato uma unidade de fé gloriosa e inabalável. Além disso, essas confissões apresentam, de modo claro e bíblico, o Evangelho da graça de Deus em Cristo Jesus.

A Confissão Belga teve sua origem na Bélgica. O seu autor, Guido de Brès, foi um pregador das Igrejas Refor­madas. Ele preparou essa confissão no ano de 1561 para protestar contra a cruel opressão por parte do governo católico-romano. Guido de Brès foi martirizado por causa da Fé no ano de 1567, mas a sua confissão sobreviveu.

O Catecismo de Heidelberg foi publicado na Alemanha em 1563. Ele foi escrito pelo professor de Teologia Zacarias Ursinus e pelo pregador da corte do Palatinado Gaspar Olevianus, para ser um instrumento na instrução na fé cristã. É o mais influente e o mais geralmente aceito catecismo da época da Reforma.

Os Cânones de Dort, também conhecido como Os Cinco Artigos Contra os Arminianos, são exposições doutrinárias que foram adotadas pelo Sínodo de Dort realizado nos Países Baixos em 1618/1619. O Sínodo foi convocado por causa de uma séria perturbação causada às Igrejas Refor­madas pelo surgimento do Armini­anismo. Jacó Armínio, professor de Teologia na Universidade de Leyden, e seus seguidores desviaram-se da Fé Reformada em cinco pontos. O Sínodo rejeitou esses erros e reafirmou a doutrina Reformada nos seguintes pontos: a eleição incondi­cional, a expiação limitada, a depravação total, a graça irresistível e a perseverança dos santos.

INTRODUÇÃO NO CATECISMO DE HEIDELBERG

A herança da Reforma é de profunda importância para a Igreja hoje, mas há sérias lacunas em seu conhecimento atual. A compreensão e a apropriação dessa herança só podem ocorrer por meio da publicação de obras significativas que apresentem a amplitude e o detalhe do pensamento dos reformadores e de seus sucessores.

Muito aproveitará a igreja com este estudo, que fortalecerá as suas bases e promoverá a piedade dos crentes.

Lyle D. Bierma (Ph.D., Duke University) é professor de Teologia Sistemática no Calvin Theological Seminary em Grand Rapids, Michigan (EUA), e editor do Calvin Theological Journal.

Reviews

Write a review

Combo 4 livros Série Reforma Continental (Símbolos de fé das Igrejas Reformadas)

Combo 4 livros Série Reforma Continental (Símbolos de fé das Igrejas Reformadas)

Nesta série exclusiva, a Livraria 5 Pontos apresenta 4 livros publicados em Português, incluindo o mais recente Comentário sobre o Catecismo de Heidelberg, que vão colocar você em contato direto com a Reforma Protestante, particularmente, no continente europeu. 

WhatsApp 82 9 9909 4476